abril 6, 2018

NOTA DE REPÚDIO

NOTA DE REPÚDIO

A direção da APUR vem a público repudiar a agressão verbal sofrida pela Professora Valeria Macedo Almeida Camilo, na tarde de ontem (05/04/2018), no Centro de Ciências da Saúde da UFRB. Ela foi abordada de forma desrespeitosa e violenta, enquanto aplicava prova final, pelo pai de uma aluna que insistia em receber nota máxima numa avaliação.

A APUR considera o fato grave, certamente consequência da escalada de violência e intolerância que assistimos, uma vez que há instrumentos institucionais que dão conta do processo de revisão de provas, bem como há modos civilizados para tratar-se do assunto.

A direção da APUR reconhece que em situações como essas a solidariedade não deve se restringir apenas às formalidades, por isso, assim que fomos informados do lamentável fato, imediatamente entramos em contato com a professora declarando nossa solidariedade e colocando a estrutura do sindicato à disposição da colega.

Aproveitamos para destacar que o respeito à competência acadêmico-científica e à autonomia didático-pedagógica dos docentes são pilares para o bom andamento das atividades de ensino-aprendizagem. Assim, não aceitamos e não aceitaremos que fato semelhante se repita com qualquer outro colega na nossa instituição.

 
Cruz das Almas – BA, 06, de abril de 2018

Diretoria da APUR