NOTA DE SOLIDARIEDADE À ADUNEB
Contra a tentativa de intimidação e perseguição política-sindical

NOTA DE SOLIDARIEDADE À ADUNEBContra a tentativa de intimidação e perseguição política-sindical

A direção da Associação dos Professores Universitários do Recôncavo (APUR) manifesta solidariedade à Associação dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia (ADUNEB), que, ao se manifestar e solicitar do poder público intervenção contra a violência sofrida pelos grupos de ciganos estado, virou alvo de ações judiciais de policiais militares.

A ação desses policiais militares nada mais é que uma tentativa de cerceamento do livre direito de expressão e manifestação. Por outro lado, é uma tática adotada por setores conservadores, cada vez mais utilizada, visando inibir a luta política e enfraquecer as entidades sindicais e populares. A direção da APUR vem a público também concordar com a ADUNEB na afirmação de que não compactua com nenhum tipo de ação violenta e desrespeito aos direitos humanos, e se coloca à disposição da ADUNEB para lutar na defesa do livre direito democrático, da liberdade sindical e da liberdade de expressão e manifestação.